Dona Dalva

Dona Dalva.jpg

Dalva Damiana de Freitas nasceu em Cachoeira, em 1927, em um dia importantíssimo para o povo do Recôncavo Baiano: 27 de setembro, dia dos santos Cosme e Damião (daí o segundo nome de Dona Dalva, Damiana).


Assim como Dona Dalva conta, sua relação com o Samba de Roda começou muito cedo. Ainda criança, a pequena Dalva, assim que saía da escola, ia encontrar a avó materna, Maria Tereza de Jesus, lavadeira que trabalhava no rio que passava em Caquende. À beira do rio, Dalva brincava de lavar pequenos panos e cantava os sambas, junto com sua avó. Em casa, brincava de Samba de Roda com suas bonecas.


Aos 14 anos, a adolescente Dalva começou a trabalhar, para ajudar a família. Iniciou sua vida como funcionária na fabricação de charutos, na indústria Dannemann, situada na cidade de São Félix.

Para mais detalhes, clicar sobre as gravuras

Quando a fábrica Dannemann fechou, Dalva Damiana de Freitas começou seu trabalho na fábrica Suerdieck.

Para mais detalhes, clicar sobre as gravuras

Foi na Suerdieck que Dona Dalva formou o seu grupo de samba, com as colegas de trabalho, após ter recebido um convite para apresentar-se em uma festa religiosa de Cachoeira. Também foi na Suerdieck que Dona Dalva teve a ideia de usar as “taubinhas”, usada pelas funcionárias na confecção dos charutos, para ajudar a abrir as folhas do fumo, como um instrumento de percussão, no lugar das palmas. Ademais, definiu que o traje das sambadeiras do grupo de roda Suerdieck seria o das baianas tradicionais.

Depois da fundação do grupo de samba de roda Suerdieck, Dona Dalva foi responsável pela formação de muitas gerações de sambadores e sambadeiras. É dessa formação que surgiram os grupos Esperança da Paz, Quadrilha de Terceira Idade, Terno do Acarajé Terno de Reis, além do samba de roda mirim Flor do Dia, uma das iniciativas da "Doutora do Samba", foi feita para a preservação do samba.


Em 2012, Dona Dalva recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela UFRB (Universidade Federal do Recôncavo Baiano) – um título destinado a personalidades que se destacam nas ciências, nas artes ou nas relações com a sociedade. Dona Dalva diz, sobre esse reconhecimento:

 

É tudo, pra mim.

 

Dona Dalva Doutora HOnoris Causa.jpg

Site oficial do Samba de Dona Dalva: http://sambadedalva.blogspot.com/

Curta-metragem O samba e a Roda, sobre Dona Dalva Damiana