Cachoeira

cachoeira e rios.jpg

Cachoeira, hoje um centro de produção tabagista, foi um dos primeiros núcleos a serem povoados pelos portugueses. Há muitas controvérsias sobre a sua data de fundação. A primeira data efetivamente documentada, nesse sentido, é a elevação da região à categoria de Vila, com a denominação de Cachoeira, pela ordem régia de 27 de setembro de 1693. 


Juntamente com Salvador, Cachoeira era, no século XVIII, um centro metropolitano da região, sendo um polo do circuito comercial, político e cultural. Ligava o sertão a Salvador, pelo Rio Paraguaçu.


Tanto que, durante as lutas pela Independência do Brasil, Cachoeira foi um importante reduto rebelde. Em 25 de junho (data até hoje comemorada, na cidade) de 1822, Cachoeira aclamou D. Pedro como Regente e Defensor Perpétuo do Brasil. Nomeou-se uma junta de defesa, da qual, dentre outros¸ fizeram parte Antônio Teixeira de Freitas Barbosa e André Rebouças. Foi criado um governo provisório, composto de representantes de todas as vilas coligadas e que dirigiu o movimento militar contra a capital, ocupada pelas tropas portuguesas sob o comando do general Madeira.

Antônio Parreiras - O Primeiro Passo para a Independência da Bahia

Cachoeira, em vídeo

Essas lutas levaram à concessão do título de “Vila Heroica”.


Em 1837, a Vila foi transformada em Cidade.


Muito posteriormente, em 1971, Cachoeira ganhou também o título de “Monumento Nacional”, pelo Iphan, por preservar sua identidade cultural e histórica.